Rock Life Style

Mais do mesmo, só que agora com boné trucker, cinto de caveirinha e sem tanta sombra, embora rímel seja sexy (mentira! ainda tem sombra)

segunda-feira, agosto 22, 2005

 

Interpol - ANTICS (ou uma proto resenha semi acabada)

A verdade é que música sempre marca passagens da nossa vida, sempre foi assim, é assim e sempre será assim, mesmo que tudo mude isso permanece e nesse momento eu simplesmente não consigo parar de ouvir Interpol, talvez pelo fato do último álbum da banda chamado Antics (por incrível que possa parecer, dessa vez eu concordo com a resenha do gordurama), particularmente eu gosto muito desse segundo álbum, pelo fato de encaixar com o atual momento, aquela coisa de transição, viagem, momentos melancólicos a sós (e aqui eu devo deixar bem claro que Antics é a trilha sonora para casais que moram sós em um lugar estranho, exatamente como naquelas comédias românticas, com direito a ipod), a melancolia do primeiro cd ainda está lá, mas com um “q” mais dançante que na minha humilde opinião, contribui para esse clima de mudança que é inerente ao cd, a melancolia ainda está lá, mas um pouco mais dançante

. . .


Na verdade isso foi uma tentativa meio que frustada de fazer uma resenha do último CD do interpol atrelado a metáforas da minha vida, claro que acabou sendo um retumbante fracasso, haja vista que eu parei de escrever pelo menos ums cinco vezes e isso definitivamente quebra toda a linha criativa (além de me fazer esquecer o que ia escrever)
Resumindo tudo: ANTICS do Interpol é foda merece ser ouvido e se tornar trilha sonora para uma viagem e todos os momentos pré-viagem e pós-viagem.



Ouvindo: Interpol - NARC

terça-feira, agosto 16, 2005

 

E o processo se inicia

Conseguindo quebrar toda a inércia inerente ao estados de marasmo, uma força põe em movimento as peças do jogo, começando assim a eterna busca pela cura, o apertar de um botão pode, por vezes, ser um gesto difícil.... É como dizem, o mais difícil de uma caminhada é dar o primeiro passo


Ouvindo: Banda - Musica

quarta-feira, agosto 03, 2005

 

cenário de mudanças

Alguém aqui já praticou bungee jump?
acredito que que estar lá a beira de algo muito alto sabendo que daqui a pouco você vai despencar deve ser algo forte, suponho que seja parecido com a mesma sensação de tentar uma manobra nova (e dificil) o frio na barriga, o suor nas mãos, aquela respiração mais profunda, aquela fechar de olhos, uma risadinha nervosa, os músculos tensionados, mente focada no objetivo

. . .


Eu gosto dessa sensação...
...E esse post não tem nenhuma relação com esportes de ação (porque "esporte radical" de cu é rola!!!)



Ouvindo: Aqua (R.I.P) - Calling You

segunda-feira, agosto 01, 2005

 
Eu realmente creio que fé é o que nos move, e não me venha você com o seu pensamento medieval associando fé a religião, embora a religião precise da fé, a fé não precisa da religião....

. . .


Eu creio numa realidade maleável, onde a mão que molda, por assim dizer é a nossa fé e a nossa imaginação, simples assim (pelo menos o conceito)

. . .


Também penso que todo o esforço justo é recompensado, imagino que isso seja uma lei universal e isso é algo que norteia a minha vida (ao escrever isso percebia que a palavra norteia tem como radical a palavra norte, o que me faz pensar porque o norte é sempre o rumo certo e porque Barbárvore ao ir para oeste sente estar descendo a ladeira)

. . .


...Tudo isso para validar a compra de um Ipod


Ouvindo: The Dream Academy - please please please let me get what i want (instrumental cover of the smiths)

Archives

Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Maio 2005   Junho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Abril 2006   Maio 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?