Rock Life Style

Mais do mesmo, só que agora com boné trucker, cinto de caveirinha e sem tanta sombra, embora rímel seja sexy (mentira! ainda tem sombra)

terça-feira, janeiro 25, 2005

 

o quanto se anda até se chegar ao ponto de partida?

Estive pensando mais uma vez sobre pássaros (para quem já conhece este proto escritor, devia estar sentindo saudades) , sobre como deve ser dificil para um pequeno e jovem pássaro pular e voar pela primeira vez, da beira de um precipicio

. . .

Um precipicio alto, e ele lá bem na pontinha dele, quase com um atleta de salto ornamental (ou um suicida em potencial), com certeza deve ser uma visão linda, todo o mundo ao redor e simplesmente mais nada na sua frente, só o vento e o vão gigantesco do precipicio, aquele frio na barriga, aquela olhada ao redor, aquela respirada funda e engolida à seco.... e aquele medo imenso de não conseguir, aquele que causa tudo isso ai e mais o suor frio e mãos geladas...

. . .

Mas apesar de tudo isso eu ainda acho que a visão de todo aquelas coisas praticamente ao alcance da asa, compensa tudo, é simples... tudo fica a algumas batidas de asa, a questão é o primeiro passo, só mais um passinho, aquele passo que separa o pássaro do chão firme do céu sem forma... só um passo, com um passo o pássaro consegue mudar completamente tudo a sua volta e parece estar, mais perto de qualquer coisa que queira, quer ver cachoeiras? algumas batidas de asas! quer florestas? mais algumas batidas! tudo é uma questão de fôlego para aguentar tantas batidas de asas

. . .

Eu sempre me imagino olhando as coisas de um outro ponto de vista, ajuda a manter o foco a criar novas teorias e soluções, sempre me imagino flutuando do lado de fora da minha casa, vendo o prédio por fora, tendo a visão que o coqueiro tem do meu prédio e é mais ou menos por ai que eu imagino essa cena do pássaro na beira do precipicio, o medo de falhar e do desconhecido misturado com a excitação da descoberta e do novo definitivamente é a mais forte das drogas...

Ouvindo: Boom Boom Kid - Donde

Comments: Postar um comentário



<< Home

Archives

Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Maio 2005   Junho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Abril 2006   Maio 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?