Rock Life Style

Mais do mesmo, só que agora com boné trucker, cinto de caveirinha e sem tanta sombra, embora rímel seja sexy (mentira! ainda tem sombra)

sexta-feira, fevereiro 18, 2005

 

Fragmentos de um conflito eminente

O texto abaixo foi escrito e não terminado no dia 15/2/2005 com o nome chiclete.doc (sim eu uso word, sou vendido e seguidor do diabo), talvez ele esteja desatualizado, talvez esteja mais atualizado que nunca, mas o mais importante é que eu não o quero mais... e isso meus caros é o que vocês devem ter em mente...


Deixa eu contar uma coisa sobre o chão e isso meus caros, todos devem ter em mente, o chão não some debaixo de nós, não senhor, ele te mastiga, como chiclete sem açúcar, sem gosto e duro, te mastiga com força com raiva, mas apesar do que possa parecer você não vira chão e ai, e isso meus caros, todos devem ter em mente, é o pior, porque tudo que se quer é virar chão, formiga, madeira, mas não, você permanece o mesmo, a mesma massa disforme de... de... de... como é o nome daquilo mesmo? Auto-estima? Claro... Auto-estima, uma massa disforme de auto-estima, tinha lixo na frente da casa, eu queria ser o lixo, mas eu não queria que o lixo fosse eu
. . .
Tem a derrota, sim a derrota, e isso meus caros, todos devem ter em mente, ela não tem gosto amargo, chamar a derrota de amarga é fazer elogios a distinta companheira, pois eu digo que ela não tem gosto de nada, ela é sem gosto, aliás ela é doença, se espalhar por cada átomo do seu corpo provoca convulsão, ânsia e muda seu rosto, depois de um tempo quando se olhar no espelho, e isso meus caros, todos devem ter em mente, você não verá mais seu rosto, verá a derrota e eu vos digo que ela é feia.
. . .
Tem também aquele outra coisa... qual o nome mesmo? Sanidade... claro! Sanidade... eu devo dizer que ela é bem resistente, uma moça forte, mas moças fortes continuam sendo... moças
E depois de um certo período de resistência, e isso meus caros, todos devem ter em mente, ela acaba destrancando a porta, e eu juro que é possível ouvir o “click” da porta, e esse é o maior problema dela, depois de um tempo ela simplesmente se cansa, vai embora pescar num lago aqui perto deixando a porta destrancada. Quem geralmente entra na casa é a sua irmã insanidade e por essa, e isso meus caros, todos devem ter em mente, eu nutro uma cordial admiração. Sim meus caros! Falarei umas duas palavras sobre a insanidade, porque ela é uma mulher merece comentários, uma coisa vos garanto ela é tão ou mais forte que sua irmã, a diferença é o “modus operandi” enquanto a sanidade, grita aos 4 ventos que ela é quem comanda, a senhorita Insanidade é discreta, enquanto convém (geralmente enquanto sua irmã está em casa, porque, e isso eu esqueci de mencionar, as 2 geralmente moram juntas), ela realmente mostra que é uma senhorita de vigor, quando sua irmã sai, ai sim se ouve e isso meus caros todos devem ter em mente, de longas distâncias o barulho do som na festa Dela, cada parte do seu corpo vibra com esse som e dança num ritmo frenético conhecido como espasmo

Comments: Postar um comentário



<< Home

Archives

Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Maio 2005   Junho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Abril 2006   Maio 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?